Na última segunda-feira (16), a Casa da Mulher Cairuense Professora Cecília Pancho Crispim abrigou em parceria com o coletivo de Pais Atípicos do Município de Cairu (PAMUC) a primeira “Roda de Conversa para Mães Atípicas (mães de criança com deficiência, tanto intelectual quanto física). O encontro inédito serviu para acolher e criar uma rede de apoio, fortalecendo os vínculos das mães de crianças portadoras de necessidades especiais.

Na oportunidade, as mães se apresentaram, falaram um pouco do que é ser uma mãe atípica e se inseriram nas palestras proferidas por Elielma Paixão (Psicopedagoga), Tayane Rodrigues (Especialista em Neuroeducação e Educação Inclusiva), Fernanda Ché (Psicóloga) e Fernanda Brito (Assistente Social).

Para a dirigente da PAMUC, Manuela Santana, o momento foi bastante proveitoso. “Sem sombras de dúvidas foi uma roda de conversa prazerosa ao vermos nosso grupo tomar forma, com o apoio de profissionais especializados, que nos responderam muitas perguntas. Agradeço o apoio fundamental da coordenadora da Casa da Mulher Cairuense (Casa Lilás), Pauline Souza, das palestrantes e mães que tiveram presentes. Temos absoluta certeza que muitos eventos como esse virão, pois nossas vozes irão ecoar. Juntos Somos Mais Fortes!”, evocou Manuela Santana.

Sobre o autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.